segunda vida

Cada vestido de noiva tem uma vida pós-casamento. Alguns voltam para a loja onde foram alugados, outros vão morar num cantinho – especial ou esquecido – do closet. Tem também aquele cuja renda virou a capa do álbum de casamento… Não importa a cara dele, sempre será um vestido especial.

E que tal dar uma segunda chance a ele? Dependendo do modelo, o vestido de noiva pode se tornar simplesmente um vestido de festa, é só deixar de ser branco! Foi pensando nisso que a Cris veio me perguntar se eu conhecia alguém que tingisse vestido. Eu não conhecia, mas a estilista Paula Zaragueta sim. Foi ela que me passou a dica de que seda e organza podem ser tingidas, mas é preciso ficar atenta à linha que foi usada, tem que ser 100% algodão.

Anote aí:

Heitor tingimento – 6693-9709
Serginho tingimento – 5908-1216

Atualização: A Cris me escreveu pra contar que tingiu o vestido e que deu supercerto! O vestido de noiva virou um pretinho!

2 ideias sobre “segunda vida

  1. Giu

    Pra quem gosta de arriscar, chás dão um tingimento lindo a alguns tecidos, sobretudo rendas. Antes de enfiar o vestidão num balde com o líquido, vale fazer um teste com um retalho ou ainda na pontinha de uma parte interna, como a barra.
    Beijos
    Giu

    P.S.: O meu vestido ficou em frangalhos. Todo rasgado. Prova de que foi usado.

    Resposta
  2. SERGINHO

    É IMPORTANTE LEMBRAR QUE OS VESTIDOS ENCOLHEM AO TINGIR, CORES CLARAS AUMENTAM AS POSSIBILIDADE DE ACERTO DO TINGIMENTO. E LEMBRE -SE HÁ SEMPRE UM RISCO DE NÃO FICAR PERFEITO.

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s