troca de idéias (com acento porque sem é muito feio!)

Se não estou enganada foram os publicitários que começaram a se referir a todas as pessoas que trabalham na área de criação de uma agência como os “criativos”. Vou me apropriar desse termo pra dizer que nós, os criativos, precisamos estar sempre em busca de novas referências, idéias e inspirações. Eu busco essa inspiração na arte, em exposições e livros, na obra de fotógrafos consagrados, nas revistas de moda, em viagens, no meu próprio trabalho (fotografar sempre!) e também na troca de idéias com colegas fotógrafos e artistas (tenho a sorte de ter um marido que é as duas coisas!). Ver o que os colegas estão fazendo é sempre uma chance da gente reavaliar as nossas escolhas estéticas (por isso que eu acho uma besteira quando dizem que alguns fotógrafos não mostram o seu trabalho porque tem medo de ser copiados. Buscar referência não é o mesmo que copiar). Por isso gostei de ter ido ao Congresso de Foto que rolou esta semana na feira Fotografar aqui em São Paulo. Foi uma ótima oportunidade de ver o belo trabalho de uma dupla de fotógrafos canadenses e de colegas brasileiros mas também de bater muito papo: uma mesa grande na hora do almoço e outra maior ainda no jantar, já na Lanchonete da Cidade e regado a chopp. Pra quem passou a faculdade inteira andando com o pessoal da palavra, é uma delícia ter esses momentos com o pessoal da imagem.

Uma discussão que rolou no Congresso mas que ficou só no começo foi sobre blogs. Foi prejudicada porque era o último debate do dia e sofreu com o atraso das apresentações anteriores. Achei que os participantes falaram de algo que é importantíssimo, que é o blog como o lugar onde podemos ouvir o que os clientes tem a dizer, mas não ouvi ninguém pensar o conceito de blog como comunidade. Eu encaro o blog não só como o lugar onde posso mostrar meus trabalhos mais recentes mas também como um chance de conhecer melhor o universo dos casamentos, conhecer quem fala disso, descobrir referências e, muitíssimo importante, passar minhas descobertas para quem chega aqui. Por isso todos os links aí na lateral direita. Não me satisfaz ver que o Google me trouxe novos leitores, quero ver também essas pessoas indo para outros blogs. Vender meu trabalho é importante, mas disseminar novas idéias também é. Compartilhar é a palavra-chave dos tempos de internet.

2 ideias sobre “troca de idéias (com acento porque sem é muito feio!)

  1. Camilla Mello

    Apoiada, eu tb estou sempre atras de referencias e colegas de fotografia… quando eu não posso pegar um trabalho faço questão de indicar pessoas do ramo que eu conheço e admiro… o blog tem sido meu melhor cartao de visita e como você um lugar para compartilhar!

    Adoro seu trabalho

    Resposta

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s