fine art

O processo de diagramar álbuns é um tanto quanto cansativo, mas é um parte fundamental do que fazemos, pois é ali, no papel, que nosso trabalho finalmente termina. Se queremos contar um história não basta produzir mil fotografias, é preciso encontrar o fio condutor da narrativa, reduzí-la ao que é essencial. Parece fácil? Não é.

Não é fácil mas é importante. Se não reduzimos o número de fotos, o álbum fica cansativo, grande demais, pesado. É um trabalho em conjunto: os noivos escolhem suas fotos favoritas e eu edito a partir dessa escolha. Na maior parte das vezes eu vou reduzir o número de fotos, pois a maioria das pessoas tem dificuldade em fazer uma escolha mais enxuta. Em outras, incluo fotos que ficaram de fora na primeira seleção. Eu também tenho minhas preferidas e é lindo quando elas também são as preferidas dos noivos. Todo álbum tem a minha visão, mas de alguma forma ele também tem que refletir a personalidade dos noivos. É uma alegria quando os noivos me dão liberdade para criar.

O álbum abaixo foi com certeza o mais lindo que já produzimos. Ele foi impresso em papel de fibra algodão importado (Hahnemüehle é a marca, um fabricante de papel que existe desde 1584), que é um papel de altíssima qualidade e durabilidade (ele é um papel acid free, não amarela e o fabricante garante uma “expectativa de vida” de várias centenas de anos). Combinada com uma impressão jato de tinta especial (conhecida como giclée ou piezografia) — e boas fotografias, é claro — esse tipo de impressão resulta em álbuns que são de fato uma obra de arte e que ficarão de herança para as próximas gerações. Para protegê-lo dos raios UV — o responsável pelo desbotamento de qualquer material impresso — fizemos uma caixa no mesmo linho da capa. A diagramação alternou grandes fotos com imagens em tamanhos menores e muitos espaços em branco para valorizar o papel, que também é muito bonito.

As fotos dão apenas uma pequena ideia do resultado mas as palavras dos noivos dizem tudo:

Realmente ficou lindo!!! Muito mais do que esperávamos!!! A caixa, o formato, o tecido, papel, diagramação, seqüência, cores… Sei que somos suspeitos, mas é o álbum de casamento mais bonito que já vimos!!! Muito obrigado e parabéns pelo trabalho de vocês!!!

A responsável pela encadernação foi a querida Fernanda Tuenze.

4 ideias sobre “fine art

  1. leandro

    Nós gostamos muito mesmo!!!
    E Tamara, nós gostamos de tudo!!! Quando a Dani e eu formos para SP, vamos marcar de nos encontrarmos, um almoço, e aí você poderá vê-lo ao vivo, o que acha?
    Bjs!

    Resposta

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s