Arquivo da tag: Espaço Gardens

Sempre fico maravilha cada vez que chego em um lugar conhecido e ele está completamente diferente da última vez em que lá estive. Decorar uma festa não é somente arrumar alguns vasos de flores, mas criar ambientes, criar um clima que tenha a ver com você e com sua festa. Esta decoração estava belíssima e gerou elogios de gente que veio de longe e disse nunca antes ter visto coisa igual. Espelhos, móveis e objetos deixaram o Gardens com cara de casa. É impressão minha ou folhagens e livros na decoração já podem ser considerados tendência?

Sempre nos preocupamos em fotografar os ambiente e, principalmente, os detalhes. Quem cuida disso é o Gui e depois eu acrescento as minhas observações de detalhes ao longo da festa (algumas vezes contamos com a ajuda da Juliana). Eu adoro fotografar essa parte e só não faço mais porque gosto mais ainda de estar com a noiva até a hora da cerimônia.

patrícia e fernando

Se você pensa que um casamento só pode ser organizado com uma ano de antecedência… bem, pode rever suas idéias… Alguns casais estão apenas começando a namorar um ano antes de casar! Em maio, eu planejava voltar de férias para curtir alguns finais de semana de folga, mas esses dois apareceram com a irrecusável proposta de fotografar seu casamento no primeiro final de semana pós-férias. E não pense que foi um mini-wedding, nada disso, foi festão no Gardens: muitos convidados, superdecoração, cerimônia religiosa, tudo o que uma noiva pode sonhar. É necessário ser decidido, é claro — não há tempo para olhar e experimentar de tudo! — na noite em que conversamos já assinamos o contrato. Foi tipo amor à primeira vista: papo animado, eles gostaram das minhas fotos, eu gostei do sorriso dela e prometi deixar Paris na segunda para “casá-los” no sábado. Vou dizer uma coisa, não é qualquer um que me traz de volta de Paris… mas eles não são mesmo um casal que vale a pena?

• cabelo e maquiagem da noiva foram feitos  no Ricardo Cassolari mas ela se vestiu em casa, o véu é relíquia de família de uma amiga. A organização da festa ficou nas mãos de Viki Albuquerque. Tivemos o prazer de trabalhar ao lado de Vicente Piserni e sua equipe de vídeo.

stephanie + paulo

Fotografar o casamento desse adorável casal foi a melhor maneira de começar o ano! Eu já sabia que o quão simpáticos e atenciosos eles são mas não fazia idéia do quão emocionante seria participar desse dia. Não tem jeito de explicar isso melhor, sei lá, algumas pessoas tem essa capacidade de nos tocar e emocionar. Talvez seja a maneira como eles se abriram para mim, essa total liberdade que o fotógrafo ganha quando as pessoas confiam no que você está fazendo e não tem medo de deixar à mostra os sentimentos. Desde a primeira conversa eu percebi o quanto esse dois se gostam e como esse sentimento transborda quando eles se falam e se olham. A Stephanie é a gringa mais brasileira que eu já conheci! Foi muito gostosa e tranquila a tarde dos preparativos. Ela passou a tarde no Hyatt com a irmã, a mãe e a avó e fez questão de brindar com todo mundo, cabeleireiras, maquiadoras, fotógrafa e cinegrafista (eu não recusei, recusar um brinde assim em privado é desrespeito e tomar um golinho de champagne não faz mal a ninguém). Ela estava um pouquinho nervosa, mas foi tudo tão tranquilo que eu até estranhei. Se as noivas brasileiras fossem assim, bem organizadas e pontuais! (ó eu na campanha não atrase peloamordedeus!). Deu tempo de fotografar com calma, só eu e ela no quarto. Diz se o retrato não ficou lindo, um quê de Audrey Hepburn naquele tomara-que-caia com coque? Quando cheguei no Gardens, Paulo me recepcionou calorosamente. Fez questão de me apresentar para o pai da noiva, que ficou feliz de saber que havia mais algumas pessoas fluentes em inglês. A decoração estava linda e cerimônia foi emocionante. Eu fiquei especialmente emocionada quando vi as fotos do ensaio que fizemos em dezembro no telão, ficou lindo! A balada foi longe e a batucada fez todo mundo ter samba no pé – gringo ou brasileiro.